Apresentação
O Mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores está orientado por uma constante perspetiva de investigação aplicada e do desenvolvimento, dirige-se à compreensão e solução de problemas concretos.

Objetivos

O curso visa proporcionar uma sólida formação cultural e técnica de nível superior em engenharia Eletrotécnica, pretendendo desenvolver as capacidades de inovação e de análise crítica. Permite a aquisição de conhecimentos científicos de índole técnica e prática e das suas aplicações, tendo em vista o prosseguimento de estudos e o exercício de atividades profissionais.

O mestrado está estruturado em quatro grandes áreas do conhecimento. As "Tecnologias da Informação e Computação" e "Telecomunicações e Electrónica" materializadas na  especialização de "Tecnologias da Informação e Telecomunicações" e os "Sistemas de Energia" e "Automação e Controlo" materializados na especialização de "Sistemas de Energia e Controlo".

Especializações:

  • Tecnologias de Informação e Telecomunicações – TIT
  • Sistemas de Energia e Controlo – SEC

Os Mestres em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores ficam habilitados ao exercício da profissão de Engenheiro, e/ou a trabalhar em investigação e desenvolvimento e a prosseguir a sua formação. Em função das áreas de conhecimento e das disciplinas de opção escolhidas, os Mestres em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores adquirem, competências em: Telecomunicações; Electrónica; Tecnologias de Informação; Computação; Sistemas de Energia Elétrica; Controlo Automático; Automação; Instrumentação; Internet das Coisas; Interação Humano-Computador; Aprendizagem de Máquina; Energias Renováveis; entre outras.

O mestrado funciona em regime misto ou pós-laboral.

Programa das unidades curriculares

Acede ao livro de curso, para plano de estudos, programas resumidos das Unidades Curriculares e exemplos de áreas para o desenvolvimento da dissertação, projeto e estágio do Mestrado - Livro de Curso

Legislação aplicável

Alterado em 2020 (Aviso 15106/2020, DR, 2ªs, n.º 191 de 30 de setembro)

Propinas e taxas 2021/2022

Candidatos nacionais: 1100 Euros

Candidatos internacionais*: 2000 Euros

Taxa de candidatura: 50 Euros

Taxa de Inscrição e Seguro Escolar: 175 Euros

Nota: A propina deste curso pode ser paga em 10 prestações, sendo a primeira no ato da matrícula e as restantes nos meses de outubro, novembro, dezembro, janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho.


* de acordo com o Decreto-lei n.º36/2014, alterado pelo Decreto-Lei nº 62/2018, de 6 de agosto, são considerados estudantes internacionais os nacionais de um estado que não seja membro da União Europeia e que não residam legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar no ensino superior.

As candidaturas aos cursos de Mestrado são efetuadas através do Portal de Candidaturas
 
Saídas Profissionais

Os Mestres em Engenharia Elétrica e de Computadores ficam habilitados ao exercício da Profissão de Engenheiro, e/ou a trabalhar em investigação e desenvolvimento e a prosseguir a sua formação. Em função das áreas de conhecimento e das disciplinas de opção escolhidas, os Mestres em Engenharia Elétrica e Electrónica adquirem, competências em: Telecomunicações; Electrónica; Tecnologias de Informação; Computação; Sistemas de Energia Elétrica; Controlo Automático; Automação; Instrumentação; Internet das Coisas; Interação Humano-Computador; Aprendizagem de Máquina; Energias Renováveis; entre outras.