“Cidades Inteligentes” servem de mote para ciclo de Webinars aberto à sociedade

 
Nas últimas décadas, em todo o mundo, a inovação associada a cidades inteligentes tem vindo a assumir-se como uma resposta criativa e assertiva face aos desafios da sustentabilidade. Neste contexto, a Universidade do Algarve vai realizar um ciclo de webinars sobre “Cidades Inteligentes”, que decorrerá entre março e maio, aberto ao público em geral.
Share

Com este ciclo de webinars enfatiza-se a visão de um papel renovado das universidades - e, em particular, de um perfil académico híbrido - na ligação entre o conhecimento científico, a tecnologia e a sociedade. Apresentam-se múltiplos exemplos de modelos e objetivos, diferentes propostas e processos de adaptação específicos, tendo em conta os contextos em que se opera. Segundo a comissão organizadora, “pretende-se distinguir a atual Governança Inteligente que existe na região do Algarve, que já desencadeia uma maior facilidade no uso dos serviços públicos, investimentos em tecnologia e transparência nos dados e no uso de recursos da cidade”. O objetivo, referem, “é encorajar o encontro entre key players, instituições e cidadãos para partilharem os desafios técnicos e científicos e as soluções encontradas, desencadeando uma discussão aberta”.

As cidades digitais e conectadas, detentoras de tecnologia de vanguarda e abertura de dados, são consideradas competitivas num quadro de economia global.  Para além da necessidade de conectividade digital, requerem-se ferramentas de Design de Serviços, Internet das Coisas (IoT) e análise de Big Data.

As Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) são empregues para a recolha e análise de uma grande quantidade de informação, gerada por múltiplas fontes de dados da cidade, como, por exemplo, as redes de sensores, os sistemas de trânsito e os dispositivos dos cidadãos. Segundo os organizadores deste ciclo de webinars, “esses dados podem ser utilizados de formas inovadoras e criativas para a criação de aplicações integradas, que melhorem os serviços da cidade e o uso dos seus recursos, contribuindo para uma maior qualidade de vida dos cidadãos”.

A iniciativa contará com a participação de cerca de três dezenas de oradores nacionais e importantes especialistas em Cidades Sustentáveis e Inteligentes. Constitui, simultaneamente, um exemplo de metodologias ativas de aprendizagem que são desencadeadas na pós-graduação em Cidades Sustentáveis, ministrada no Instituto Superior de Engenharia da Universidade do Algarve.

As sessões irão decorrer sempre aos sábados, das 14h00 às 16h00, e já estão agendadas para as seguintes datas: 

A iniciativa, que conta com o apoio Centro de Investigação em Turismo, Sustentabilidade e Bem-estar (CinTurs), é gratuita e aberta ao público em geral, mediante inscrição em cada sessão, e pode ser feita aqui.

Relacionadas
O INCREaSE 2017 que ocorreu no Campus da Penha da Universidade do Algarve entre 11 e 13 de outubro organizado...
Share