Hemeroteca Digital do Algarve

Hemeroteca Digital do Algarve

​​​​​​​A Hemeroteca Digital do Algarve (HDA) foi inaugurada no dia 8 de dezembro, na Fundação Manuel Viegas Guerreiro, em Querença, reunindo, em formato digital, mais de 400 títulos de publicações periódicas editadas no Algarve desde 1810, num total de mais de 200 mil imagens.

“Estas publicações, que fisicamente se encontram dispersas por todo o país, muitas vezes pouco acessíveis e em elevado estado de degradação ou até em risco de perda, vão estar reunidas, preservadas do ponto de vista do conteúdo e disponíveis a qualquer pessoa, em qualquer lugar e de forma gratuita” explica Salomé Horta coordenadora técnica da Biblioteca da Universidade do Algarve e coordenadora executiva do projeto.

A Hemeroteca Digital do Algarve resultou de uma ideia de Luís Guerreiro, cofundador e primeiro presidente da Fundação Manuel Viegas Guerreiro. Foi apresentada a votação no âmbito do Orçamento Participativo de Portugal de 2017 (OPP2017), tendo sido a ideia mais votada na região algarvia (703 votos). A sua concretização permite reunir, num único ponto de acesso, uma coleção que se encontra fisicamente dispersa por várias bibliotecas, arquivos e museus de Portugal.

Para a coordenadora executiva do projeto, “nesta publicação está expressa a história do Algarve, os jornais são fontes de informação importantíssimas na investigação da história dos factos, mas também da história social, económica, dos lugares e das pessoas”.

A UAlg executou o projeto no âmbito de um protocolo assinado com a Direção de Cultura do Algarve. A Biblioteca da Universidade coordenou o projeto e contou internamente com a colaboração dos Serviços de Informática.

“Contamos também com a colaboração das várias instituições e particulares detentoras dos jornais; com a parceria da Biblioteca Nacional de Portugal que assumiu os trabalhos de digitalização da sua coleção (a maior) e das coleções provenientes dos outros parceiros; com duas empresas na área do design e software que desenvolveram o logotipo, a página web e a base de dados que suporta esta coleção”, explica Salomé Horta.

A Hemeroteca está alojada no domínio UAlg, é a partir daqui que estará disponível. A UAlg responderá pelo funcionamento e irá fazer a sua gestão futura.

Share Partilhar